Ao longo de 3 noites Ibriza, um casarão localizado no Estácio (bairro histórico da zona norte do Rio de Janeiro), foi aberto para projeções simultâneas de filmes em diversos espaços, ocupados por propostas de exibição/instalação distintas e pensadas especialmente para – e a partir de – cada obra.

O projeto foi a contrapartida pública ao apoio do Ministério da Cultura do Governo Federal, concedido por meio do EDITAL CONEXÃO CULTURA BRASIL – INTERCÂMBIOS No 1/2014.

Experimentações programáticas foi pensado como uma maneira de compartilhar, por meio de formatos híbridos de programação e exibição de obras audiovisuais, os resultados de projeto de intercâmbio apoiado pelo MinC. Nele foi possível conjugar a experiência com programação de cinema e os novos estudos acerca de inovações de linguagem, cinema experimental e instalação de filmes como objetos no espaço.

Criou-se um formato original concebido pela curadoria, que propôs video-instalações para 3 filmes que tinham até então sido exibidos apenas no cinema. A ideia era ambientar os filmes de tal modo que a imersão do público nas propostas dos trabalhos fosse potencializada. Além deles, um trabalho inicialmente exibido como instalação instalado foi mostrado em formato mais próximo da disposição clássica da sala de cinema.

O diálogo entre filmes e suportes de exibição era o objeto de experimentação, além da fusão com o espaço do casarão e seu entorno.

Neste site estão disponíveis registros do evento, bem como informações adicionais sobre as obras e links para visualização dos filmes.

20160616_085202Ibriza . Estácio . RJ
Anúncios